Cancelada manifestação anti-racista de hoje, mas Ventura protesta no sábado

0
411

Manuel Matola

Foi cancelada a manifestação anti-racista marcada para esta sexta-feira em frente à Assembleia da República para exigir a retirada do Parlamento do deputado e líder do CHEGA André Ventura que, entretanto, garante realizar este sábado um protesto com 1.500 pessoas para defender que “Portugal não é racista”.

Em comunicado, o conjunto de associações e coletivos antirracistas anunciou que a concentração convocada para ter lugar esta sexta-feira, a partir das 16 horas, frente ao Parlamento, foi cancelada porque “o local escolhido para a realização deste ato político, frente às escadarias do palácio de São Bento, não oferece todas as condições para a observação das normas de segurança sanitária”.

“O anúncio de novas medidas de restrição de ocupação do espaço público, decorrentes do agravamento da propagação do covid-19 na região de Lisboa – reforçadas pelas declarações de António Costa ao país esta tarde -, colocou as entidades organizadoras desta concentração perante a necessidade de reavaliar os termos da sua realização”, referem as sete organizações que haviam convocado a concentração sob lema “Acordai! O racismo e o fascismo estão na Assembleia!”.

“Por outro lado, as pessoas racializadas estão entre as que mais sofrem as consequências da pandemia. Por essa razão, sentimos ser nossa responsabilidade criar condições para que os sujeitos políticos racializados possam continuar a sua luta contra o racismo sem pôr em causa a sua saúde no quadro da atual pandemia”, lê-se na nota.

No entanto, ainda que em Lisboa tenham sido decretadas restrições a ajuntamentos devido à pandemia do novo coronavírus, o gabinete de imprensa do líder do CHEGA confirmou hoje ao jornal É@GORA que o partido vai manter a manifestação agendada para sábado e estima que poderá juntar “entre 1.000 e 1.500 pessoas” para defenderem que “Portugal não é racista”.

O protesto, cujo objetivo é contrariar a ideia de que “Portugal é um país racista e de que existe na sociedade um problema de racismo estrutural”, está marcada para as 14:00 e sairá do Marquês de Pombal em direção ao Terreiro do Paço. (MM)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here