Como a nossa imagem influencia os nossos negócios?

0
559

Claudina Correia
(Consultora de Imagem)
Imaginem-se a procurar um cabeleireiro para cuidar do vosso cabelo, mas o profissional tem o seu próprio cabelo mal tratado? É quase certo que não confiariam nesse profissional para cuidar do vosso cabelo.

Um empreendedor/empresário (falando de empresas pequenas) é o rosto da sua marca e é através da imagem que o cliente ou consumidor inicia um processo de confiança com os seus produtos ou serviços.
Apesar de hoje em dia não existir a necessidade de uma imagem excessivamente formal, sem a exigência de usar roupas clássicas, a imagem deve estar impecável.

A nossa imagem é a nossa marca pessoal. A opinião que as pessoas têm sobre nós deve estar alinhada com a imagem da nossa empresa ou empreendimento. Quando a nossa imagem transmite segurança e credibilidade temos mais chances de sermos bem sucedidos, ou seja, a informação que transmitirmos será melhor aceite e assimilada.

Para empresários que têm colaboradores, estes também são o rosto da marca e se a sua imagem não estive de acordo com os códigos da empresa, coloca em causa a credibilidade da mesma.

Todos temos nossas particularidades, principalmente as preferências de como nos apresentar e, apesar do estilo individual, é importante que não destoe do que a nossa marca representa.

Entenda-se que a imagem de um profissional (e de um indivíduo) vai muito além da roupa. É crucial que a sua linguagem verbal e não verbal esteja em completa sintonia e espelhe a sua verdade e a verdade da sua marca.

Para conseguir expressar-se através da sua imagem é importante conhecer-se, trabalhar a sua auto estima e auto confiança. Tudo isso irá refletir-se na sua imagem. Depois aliar isso à mensagem da sua empresa.

Muitas vezes verificamos empreendedores/empresários que não conseguem chegar aos seus clientes. Pode ser devido a falta de uma definição e de coerência. Se a sua imagem não conseguir comunicar o que pretende não conseguirá atrair o seu nicho de clientes.

Faça o trabalho de casa, conheça-se, alinhe a sua essência à sua imagem e projecte isso na sua marca.

Pode acontecer de a sua empresa represente uma ideia muito díspar do seu estilo pessoal. Mas se for realmente o rosto do seu empreendimento deverá trabalhar a sua imagem para que esteja o mais próximo possível da mensagem da sua marca.
Antes de vender qualquer produto ou serviço, “vendemos” a nossa imagem. (X)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here