Covid-19: Consulado moçambicano está a oferecer três máscaras têxteis a cada imigrante em Portugal

0
313
FOTO: Reuters ©

Manuel Matola

A Cruz Vermelha de Portugal doou mais de 100 mil máscaras têxteis ao Estado moçambicano, 15 mil das quais à Secção Consular da Embaixada moçambicana em Portugal que está a oferece-las gratuitamente aos imigrantes moçambicanos residentes no território português, anunciou o consulado moçambicano em Lisboa.

“No âmbito dos esforços de prevenção e combate à Covid-19, vimos por este meio informar que temos disponíveis, na Secção Consular da Embaixada, máscaras têxteis reutilizáveis para oferta gratuita aos membros da Comunidade Moçambicana em Portugal”, indicou o adido consular, Celso Gusse, numa mensagem enviada aos cidadãos moçambicanos em Portugal, onde oficialmente residem cinco mil imigrantes com registo consular.

Em declarações ao jornal É@GORA, Celso Gusse, explicou que as 15 mil máscaras doadas pela Cruz Vermelha portuguesa permitem que os interessados tenham direito a receber “até três máscaras reutilizáveis” que “podem ser lavadas 25 vezes”.

“Os interessados deverão levantar junto a Secção Consular da Embaixada, sita da Rua Dom Constantino de Bragança número 24. Os membros das associações poderão contactar as suas associações”, referiu em nota divulgada.

Desde o início da semana passada, já foram distribuídas “três mil máscaras de tamanho único” que “são feitas cá em Portugal”, afirmou Celso Gusse.

No entanto, as outras “100 mil máscaras são destinadas ao Ministério da Saúde de Moçambique”, pelo que “já foram enviadas ao país no último voo” de repatriamento realizado recentemente. (MM)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here