Covid-19: Diáspora cabo-verdiana lança campanha para compra de equipamento de diagnóstico

0
123
FOTO: Shutterstock ©

Manuel Matola

Onze profissionais de saúde da cabo-verdianos residentes em Portugal estão a promover uma campanha destinada à aquisição de uma arca ultra-congeladora (a menos de 80 graus), equipamento de alta tecnologia que permite preservar rapidamente amostras biológicas e alargar a capacidade de diagnóstico do novo coronavírus em Cabo Verde.

A iniciativa visa angariar, em apenas sete dias, um fundo de quase nove dos 12 mil euros necessários para a compra e envio para o Arquipélago dessa máquina moderna que será entregue ao Instituto Nacional de Saúde Pública de Cabo Verde.

No país “só existe um aparelho do género”, disse ao Jornal É@GORA Andredina Cardoso, coordenadora do grupo de profissionais da diáspora cabo-verdiana.

Por isso que “imbuídos de um espírito de responsabilidade e solidariedade”, a equipa de profissionais cabo-verdianos residentes no território português “pretende ajudar Cabo Verde a reforçar os seus meios de diagnóstico com vista a contenção da referida doença”, segundo justifica o grupo em nota enviada ao Jornal É@GORA.

Dados do Ministério da Saúde de Cabo Verde dão conta de que a doença provocou a morte de nove pessoas, de um total de 1.027 casos positivos já registados. Destes, 562 estão recuperados.

“O desafio do grupo é conseguir o valor em uma semana”, disse Andredina Cardoso, Higienista Oral, sobre a luta pela aquisição do aparelho que serve não só para reforçar os meios de diagnóstico como “para ajudar a preservar amostras biológicas e continuação de textos de diagnósticos”.

Denominada “Diáspora solidária na luta contra a Covid-19 em Cabo Verde”, a campanha decorre “tendo em consideração o gravíssimo momento que o mundo atravessa”, devido à pandemia da Covid-19, que, a nível global, já causou quase 487 mil mortos e infetou mais de 9,6 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Os donativos poderão ser canalizados para o IBAN PT50 0035 0125 00005792 730 36 numa conta na CGDE, da diáspora para Cabo Verde. (MM)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here