CulturFACE lança 1ºs conteúdos do projeto europeu de comunicação estratégica para ONG pro-imigrantes

0
144

Manuel Matola

Os primeiros três trabalhos de organizações pro-imigrantes que intervêm no 3º Setor a nível de Lisboa já estão disponíveis nas plataformas digitais do GIIRC’3, que acaba de lançar conteúdos sobre atividade diárias que as Associações, Instituições Particulares de Solidariedade Social e entidades várias realizam na capital portuguesa com impacto sobre cidadãos estrangeiros.

A iniciativa insere-se no âmbito de um projeto piloto que a Associação CulturFACE, que implementa e dinamiza o Gabinete de Imagem Integrada e de Recursos Comunicacionais para o 3 º Sector (GIIRC`3), está a desenvolver visando à comunicação estratégica de todas as organizações pro-imigrantes em Lisboa, e não só.

A ideia de implementação deste projeto europeu de comunicação estratégica para ONG pro-imigrantes é dar visibilidade e difundir de forma massiva as dinâmicas das instituições do terceiro setor que, à semelhança das empresas e do mundo, estão para já a retomar as atividades após a fase crítica da Covid-19.

Em declarações recentes ao jornal É@GORA, o presidente da direção do Gabinete de Imagem Integrada e de Recursos Comunicacionais para o 3 º Sector (GIIRC`3), Celso Soares, explicou o que a sua instituição procura fazer a nível estratégico comunicacional: “ser um espaço de visibilidade e difusão das dinâmicas das organizações” imigrantes em Lisboa, e não só.

“Nós somos o eco das organizações. Não somos porta-vozes, ou seja, (o que fazemos) é difundir mais de forma massiva, razão porque o GIIRC`3 acaba por ser um espaço de visibilidade e difusão das dinâmicas das organizações” imigrantes em Lisboa, afirmou Celso Soares, em entrevista dada ao jornal É@GORA.

Em nota agora divulgada, a instituição que leva a cabo o projeto no âmbito do Plano Municipal para a Integração do Imigrante de Lisboa, financiado pela União Europeia, anuncia já ter publicado trabalhos sobre “os Amigos do B2M, da CAFINVENÇÕES e da Associação Batoto Yetu”, que foi disponibilizado na passada sexta-feira.

“Para a dinamização desta iniciativa, o GIIRC’3 realizou entrevistas e recolheu conteúdo, tendo produzido vídeos promocionais e informativos. Todas as sextas-feiras, às 12h, iremos publicar uma das entrevistas realizadas” pelas organizações pro-imigrantes, que dão a conhecer “o que de bom se faz em Lisboa”.

Em entrevista recente dada ao jornal É@GORA, Rosário Alvarenga, responsável pela área da comunicação do GIIRC`3, garantiu que aquela é “a primeira instituição do género que nasceu de Lisboa para o mundo”.

“A nossa ideia não é sermos uma ilha na cidade de Lisboa, é também divulgarmos tudo aquilo que acontece a nível nacional e europeu. Mas, para já, o GIIRC`3 está circunscrito à cidade de Lisboa. A associação CulturFACE é que não”, esclareceu.

De acordo com o plano, a Culturface, que implementa e dinamiza o Gabinete de Imagem Integrada e de Recursos Comunicacionais para o Terceiro Setor, tem a finalidade de (1) Apoiar e dinamizar iniciativas da população migrante ajudando divulgação e promoção de imagem positiva do 3º Setor; (2) Prestar serviços Mix alternativos Low Cost às organizações sem fins lucrativos que funcionem no âmbito do 3º Setor, com o fim de gerar uma imagem positiva de forma a captar e gerar o interesse dos media; (3) Promover o combate ao isolamento, a justiça social e a informação e imagem das organizações empreendidas por migrantes estimulando a sua qualidade comunicacional, e (4) organizar eventos culturais e de promoção e divulgação de conhecimento, como workshops, tertúlias e conferências, sensibilizando os participantes para temas de importância. (MM)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here