Etimba Festival começa hoje

0
261
FOTO: IrinaVasconcelos WorkArt ©

Rodrigo Lourenço

Agendado para o último mês de abril, o Etimba Festival teve de ser adiado para junho por conta da situação pandémica em Portugal. Com os números da Covid-19 um pouco mais estáveis, reuniram-se as condições para a realização do evento.

O pontapé-de-saída vai ser dado hoje pela dupla Alba Nigra às 19 horas, num concerto que marca a estreia de Marku Peão e Edwilson Pinho no palco do festival:

“O facto de ser o Etimba só aumenta a responsabilidade, por todo o talento presente, e também pelo seu cariz social”, dizem os membros da banda Alba Nigra.

Depois é a vez de Prince Wadada subir a palco e introduzir os sons de reggae, antes da atuação de Irina Vasconcelos. Fundado pela cantora angolana, o festival tem um objetivo muito bem definido: “celebrar, sempre, as comunidades e as cidades”.

No entanto o Etimba Festival não fica por aqui. Na sexta-feira o palco do evento criado em 2017 recebe as atuações de B-Skilla, Chalo Correia e Yuri da Cunha. Para além dos concertos, o evento ainda terá a participação do humorista Gilmário Vemba.

O Etimba Festival irá acontecer esta quinta e sexta-feira com os concertos a decorrerem a partir das 19:00 com o objetivo de angariar fundos a favor da reconstrução da biblioteca comunitária do Lobito-Angola. Sobre essa iniciativa, Irina Vasconcelos conta como tomou conhecimento dessa situação.

“Há um vilarejo com 500 pessoas que querem construir uma biblioteca comunitária e mandaram-me umas fotos. Eu vi as fotos e (pensei): não posso ter conhecimento disso e ir dormir. Não posso ter conhecimento que as coisas estão mal e (dizer) ‘amanhã ligo’. Para tudo! Falei com colegas que estão em Luanda e que estão aqui” em Portugal e organizou-se o festiva Etimba. (RL)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here