Fim de ciclo do projeto europeu GIIRC’3º sobre comunicação estratégica a ONG pró-imigrantes

0
73

Manuel Matola

A “Importância da gestão de comunicação e marketing” é o tema que encerra o ciclo de seminários destinados às organizações que trabalham em prol dos imigrantes em Portugal, um evento organizado pelo GIIRC’3º – Gabinete de Imagem Integrada e de Recursos Comunicacionais para o 3 º Sector.

No próximo sábado, dia 27 de fevereiro, o workshop sobre a “Importância da gestão de comunicação e marketing” maracará o fim da primeira fase das actividades da GIIRC’3º, o primeiro projeto europeu de comunicação estratégica para ONG pro-imigrantes, desenvolvido pela CulturFACE, a partir de Portugal.

O evento, que terá como orador o Especialista em Marketing e Gestão de Marcas, Francisco Correia, vai acontecer às 16:00 via ZOOM, pelo que os interessados podem inscrever-se previamente em AGENDA disponível em https://culturface.org/#agenda, página oficial da instituição.

Tal como nas edições anteriores do programa “Hora de Chá”, o próximo encontro pretende “consciencializar as organizações pro-migrantes e empreendedores a olharem para a cultura do mundo digital com uma nova visão, permitindo a capacitação das associações migrantes e empreendedores migrantes em matéria de comunicação”, disse ao jornal É@GORA Celso Soares, presidente da direção do GIIRC’3º.

Segundo aquele dirigente associativo, o conteúdo de qualidade e a sua importância motivam cada vez mais atenção da opinião pública nos dias de hoje, mas “não é a quantidade em si” que capta o público, é sobretudo “a qualidade do produto que se comunica”.

Por isso, na semana passada, a Associação CulturFACE, que está a desenvolver este projeto piloto visando promover a comunicação estratégica de todas as organizações pro-imigrantes em Lisboa, e não só, falou com os representantes destas instituições sobre a “Importância do Conteúdo de Qualidade”.

No âmbito da reflexão conjunta sobre o tema, a oradora Cristina de Almeida, Doutorada em Ciências da Comunicação e Especializada em Literacia para a Saúde, forneceu aos participantes algumas ferramentas que ajudam a dar visibilidade e difundir de forma massiva as dinâmicas das instituições do terceiro setor, algumas das quais estão para já paradas devido à Covid-19.

Em nota enviada ao jornal É@GORA, a instituição organizadora do seminário lembra que se tratou de um evento de caráter informativo e lúdico que usou os recursos digitais para a partilha de conhecimentos e a troca de experiências.

Essas ferramentas servem ainda “de auxílio aos empreendedores e organizações pro-migrantes a despertarem para a nova abordagem durante o relacionamento com o meio comunicacional e a nova realidade”, uma vez que o conteúdo produzido por qualquer associação “não é criado apenas para posicionar no Google ou para preencher espaço no seu blog corporativo. Ele traz informações importantes para o seu público”, lê-se no documento.

Neste domingo, foi debatido o tema “Planeamento de Projetos em Empreendedorismo Social”, numa reunião em que Francisco Correia foi o orador convidado para dinamizar as duas últimas sessões que acontecem via ZOOM.

“Ao longo dos eventos realizados, os participantes puderam percecionar os efeitos de conteúdos de qualidade precisamente numa altura em que as falsas notícias tendem a confundir com as verdadeiras notícias junto das organizações e da opinião pública, no geral”, refere a mesma nota.

A iniciativa, promovida pelo GIIRC’3º e que agora chega ao fim de ciclo, está inserida no âmbito de um projeto inscrito no Plano Municipal Para a Integração de Migrantes em Lisboa (PMIML 2018-2020), co-Financiado pelo Alto Comissário Para as Migrações (ACM) e a Câmara Municipal de Lisboa. (MM)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here