Imigrante procurada em Espanha por fraude fiscal é detida em Portimão

0
305

Manuel Matola

Uma imigrante acusada de fraude fiscal em Espanha foi detida esta quinta-feira na Marina de Portimão, e como sobre a qual pendia uma medida de captura e detenção para efeitos de extradição deverá ser expulsa de Portugal nos próximos tempos.

Segundo o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), na altura da detenção, a mulher viajava de Albufeira para Portimão numa embarcação de recreio, juntamente com outro cidadão estrangeiro, tendo sido detetada no controlo efetuada à embarcação à entrada na marina.

Nesta sexta-feira, a imigrante foi presente ao Tribunal de Relação de Évora, onde lhe foi aplicada a medida de coação de condução ao estabelecimento prisional de Tires, onde aguardará os ulteriores termos processuais.

De acordo com a agência Lusa, trata-se de uma cidadã britânica de 70 anos com um mandado de captura e detenção emitido pelas autoridades espanholas por fraude fiscal.

Citado pela Lusa, fonte do SEF adiantou que a detenção ocorreu na quinta-feira na Marina de Portimão quando foi efetuado o controlo à embarcação onde a mulher circulava com outro cidadão britânico de 74 anos, que lhes servia de residência.

Em comunicado, o SEF referiu que sobre a idosa pendia uma “medida de captura e detenção para efeitos de extradição, por fraude fiscal”, emitida pelas autoridades espanholas, “em abril deste ano”, segundo precisou a mesma fonte do SEF.

A cidadã britânica foi intercetada à entrada na Marina de Portimão, depois de ambos terem navegado da Marina de Albufeira, onde a embarcação de recreio estava atracada, até à cidade vizinha. (MM e Lusa)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here