Melhor dieta para 2020

0
288

Dra. Michele Miranda de Almeida
Consultora Nutricional
A cada dia surge uma nova receita milagrosa para emagrecer.Todas prometem perda de peso rápida e sem sofrimento. São tantas as dietas da moda (Dieta do Dr. Atkins, do Dr. Ornish, de Beverly Hills, dos pontos, dos shakes, dos líquidos, dieta keto…).

A última tendência no ‘mundo das dietas’ é a “Alimentação Intuitiva” na qual sustenta que a melhor dieta é não fazer qualquer dieta. Por outras palavras, ao invés de se restringir a regras alimentares rígidas, deve sintonizar a sua vontade natural de comer aquilo que quer, quando quer. Entretanto, “identifico um tanto quanto preocupante este novo conceito”.

A revista especializada US News & World Report publica anualmente um ranking das melhores dietas para seguir em várias categorias, incluindo “melhor dieta em geral”, “para perder peso”, “para diabetes“, “mais fácil de seguir”, “para uma alimentação saudável”, entre outras. Esta lista de dietas é elaborada por médicos e nutricionistas americanos de renomadas instituições, como as universidades Johns Hopkins, Harvard e de New York. A campeã na categoria “melhor dieta em geral” para 2020 é a mundialmente conhecida “Dieta Mediterrânea”, pelo terceiro ano consecutivo, foi considerada a melhor dieta entre todas as outras por ter conseguido a melhor classificação em diversas categorias, incluindo melhor dieta para diabetes, melhor dieta para alimentação saudável, melhor dieta baseada em legumes, verduras e frutas e mais fácil de seguir.

Infinitos estudos já comprovaram os benefícios desse tipo de alimentação, no que tange a redução do risco de diversos problemas de saúde, como diabetes, problemas cardiovasculares, demência, depressão e câncer, a dieta mediterrânea também está associada a ossos mais fortes, maior expectativa de vida e até mesmo perda de peso.
Na base dessa dieta estão os vegetais, também inclui grandes porções de frutas, legumes e verduras, grãos integrais, feijões e sementes, nozes e castanhas, e uma forte ênfase no azeite extra-virgem (gorduras que não provenham do azeite, como a manteiga, são consumidas raramente). A carne vermelha, o açúcar refinado e a farinha são itens que devem ser evitados. Para substituí-los, adiciona-se ovos, laticínios e carne branca, como frango e peixe – todos em porções menores do que na alimentação tradicional.

Ainda no mesmo estudo, a pior dieta em geral foi a “Dukan”, a queridinha de muitas celebridades, conhecida como “dieta da princesa”, teve a pior classificação do ranking geral de “melhores dietas”. De acordo com os especialistas, essa dieta “é muito restritiva e não há evidências científicas”.

Existem uma infinidade de dietas, as ricas em gorduras e pobres em carboidratos, projetada para fazer o corpo entrar em um estado que dependa de gordura para obtenção de energia, todavia, existem suas indicações, cada indivíduo é único e requer um olhar individualizado.

Importante destacar que se faz necessário ter hábitos mais saudáveis e quando se fala de indivíduo saudável, existem “quatro pilares importantes: dormir bem, gerenciar o stress, praticar exercício físico e ter uma alimentação balanceada e saudável”. Todos esses pilares que suportam o peso da carga que estamos a viver actualmente precisam de uma estrutura sólida para que não haja o desabamento de toda uma estrutura única. No entanto, o pilar da alimentação balanceada vem sendo abalado de forma deliberada, pois essa sabotagem está sendo realizada de forma consciente.

Reforço que para se ter uma alimentação organizada e atingir seus objetivos é necessário um acompanhamento profissional.  

“Não comece uma dieta que terminará algum dia. Comece um estilo de vida que durará para sempre”.(X)

Data da última revisão: 15 de Julho de 2020
Fontes consultadas:

https://www.noticiasaominuto.com/lifestyle
https://health.usnews.com/wellness/food/articles/how-us-news-ranks-best-diets

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here