Objetivos e Flexibilidade – Preparar para 2021

0
175

Adelaide Miranda
(Life Coach de Alta Performance)
Falamos em traçar objetivos. Falamos em foco. Falamos na necessidade de cumprir objetivos. Hoje, quero trazer um pouco de controvérsia e falar em flexibilidade em cumprir objetivos.

Por vezes, estamos com as ideias tão fixadas em cumprir objetivos que não reparamos que alguns desses objetivos podem já não fazer sentido. Não fazer sentido, como? Lembra-te que todos os dias nós temos novas experiências, nos adaptamos a novas circunstâncias e crescemos. Com estas mudanças pode acontecer que aquilo que tínhamos estabelecido já não se aplique, já não faça sentido…

Tens de prestar atenção e questionar sempre: Este objetivo vai de encontro aos meus valores? Representa aquilo que realmente queres para ti?

Daí ser importante, essencial e obrigatório analisarmos o nosso progresso, e confirmarmos que continua a fazer sentido. O pior que nos pode acontecer é continuarmos a avançar na direção errada. A análise e as tomadas de consciência são imprescindíveis para o progresso. Não há nada de errado em reajustar. Muito pelo contrário, os reajustes de rota são essenciais. Lembra-te que o verdadeiro destino é o teu crescimento e satisfação pessoal. Se estiveres a aproveitar a viagem e a aprender com todas as tuas experiências, a flexibilidade nos objetivos faz parte.

Quantas vezes formaste uma opinião e ficaste irredutível, não dando espaço a outras opiniões e diferentes formas de pensar?

E, quantas foram as vezes que perdeste com essa atitude? No final, a pessoa que perde com a falta de flexibilidade és tu. Aprende a ser flexível em todas as áreas da tua vida.

Dá espaço a novas ideias. Ouvi o Jorge Coutinho dizer: “com novas informações, novas decisões”.

É melhor aprenderes a ser flexível do que continuares na direção errada. Por vezes, mais vale parar, reajustar do que caminhar no sentido oposto.

E como podes ser mais flexível?

1. Lembra-te sempre dos teus valores. Ajusta as tuas decisões com base neles;
2. Mantém uma mente aberta. Aceita que somos todos diferentes e que todos temos direito a diferentes opiniões. Aceita e escuta com atenção;
3. Aprendizagem contínua. Desenvolve as tuas habilidades e aprimora. A flexibilidade está relacionada com a capacidade de adaptação;
4. Sê otimista. Vê sempre o copo meio cheio, tudo tem uma razão de ser e uma solução;
5. Planeia. Pensa sempre no pior que pode acontecer, planeia para isso e espera pelo melhor. Estar preparado é ser flexível,
6. Apoia-te na tua turma. Por vezes, o medo da mudança é que nos torna “rígidos”. Saber que tens a tua turma que te apoia dar-te-á mais segurança.

Aqui tens os passos para permitires alguma flexibilidade nos teus objetivos. Contudo, neste momento existe algo em que a flexibilidade não é opção: o uso de máscaras, a lavagem frequente das mãos e o cumprimento das distâncias de segurança. Quando a nossa saúde e das pessoas que estão à nossa volta, estão em causa, a flexibilidade não entra em jogo. Cuida de ti e cuida dos outros. (X)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here