Para que servem os Probióticos?

0
292

Dra. Michele Miranda de Almeida
Consultora Nutricional
O que são Probióticos?
São bactérias benéficas que vivem no intestino e agem na melhora da saúde geral do organismo, ocasionando benefícios como facilitar a digestão e a absorção de nutrientes e fortalecimento do sistema imunitário.
A Microbiota intestinal é benéfica para a nossa saúde quando está equilibrada. A disrupção deste equilíbrio (a que chamamos disbiose) pode estar associada a várias doenças, a depender dos locais da microbiota afetada. O desequilíbrio da flora intestinal pode acontecer também após o uso de antibióticos ou quando não se tem uma alimentação saudável e equilibrada, o intestino acaba sendo povoado por bactérias ruins, que não ajudam o sistema imunológico e deixam o organismo susceptível a doenças.

“O microbioma intestinal tem elevada importância na manutenção da saúde do indivíduo, por meio da composição de seus microrganismos. Um paciente com COVID-19 apresenta distúrbios gastrintestinais por conta da contaminação viral direta da mucosa intestinal e/ou por tratamentos farmacológicos para consequências secundárias, que levam a uma diminuição da microbiota, o que pode desencadear infecções mais severas e consequentemente quadros mais graves.

Sendo assim, a indicação de probióticos nos casos destes pacientes, pode ser eficaz para manutenção do microbioma intestinal e resposta imune. No entanto, esta indicação deve ser específica a cada paciente, respeitando as contraindicações que o mesmo pode apresentar”. Este é o posicionamento da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN) a respeito dos probióticos na infecção por COVID-19.

Ressaltam ainda que a resposta imunológica depende de diversos fatores, e a ingestão de vitaminas e minerais parece ter papel de destaque como coadjuvantes no tratamento da COVID-19. Entretanto, é importante destacar que a suplementação destes juntamente com uma alimentação balanceada e adequada pode melhorar a resposta imunológica, “mas não significa ser um tratamento e nem prevenir infecções por COVID-19”.

Os principais benefícios e para que servem os probióticos:

1. Ajudam no combate e prevenção das doenças intestinais.
2. Melhoram a digestão e combatem a azia.
3. Ajudam no combate a prisão de ventre e a diarreia, regulando o trânsito intestinal.
4. Aumentam a absorção de nutrientes.
5. Fortalecem o sistema imunológico.
6. Impedem a proliferação de bactérias ruins no intestino.
7. Ajudam na digestão da lactose, especialmente em pessoas com intolerância à lactose.
8. Contribuem na prevenção da obesidade, colesterol alto e hipertensão.
9. Previnem alergias e intolerâncias alimentares.
10. Auxiliam no tratamento do autismo, alguns estudos indicaram que o uso de probióticos pode ter impacto não só a nível gastrointestinal, mas também comportamental, melhorando a habilidade de concentração e escuta.

Probióticos: como tomar?

Encontram-se duas principais formas de ingerir probióticos:
 A primeira é através do aumento no consumo de alimentos com probióticos naturais – como o iogurte ou kefir, por exemplo.

 A segunda é através do uso de suplementos com probióticos.
Alguns alimentos são ricos em probióticos naturais.
• Iogurte natural: principal e mais fácil fonte de probióticos no mercado.
Kefir: é um produto fermentado com levedura e bactérias, fica semelhante ao iogurte, mas possui um “teor mais elevado de probióticos”.
Leite fermentado: produtos especiais que geralmente contêm Lactobacillus adicionados pela indústria.
Kombucha: bebida fermentada feita principalmente a partir do chá preto;
• Produtos orientais à base de soja.
Chucrute: feito a partir da fermentação das folhas frescas do repolho ou da couve;
Levedura natural: é um cultivo composto por leveduras e bactérias que são naturalmente encontradas no ambiente, e que pode ser utilizado na preparação de diversos produtos, como pães, tortas e bolos.
Alguns queijos também podem possuir cultivos vivos de microrganismos com propriedades probióticas, porém, importante ler a etiqueta nutricional para confirmar a presença das bactérias.

Para manter a flora saudável, aconselha-se o consumo de pelo menos 1 alimento fonte de probióticos por dia.

 Suplementos de Probióticos
Os probióticos também podem ser consumidos na forma de suplementos em cápsulas, líquidos ou saches.
Os suplementos incluem de 1 até 10 tipos diferentes de probióticos.
Os mais importantes normalmente são:
Bifidobacteria animalis.
• Bifidobacteria bifidum.
• Bifidobacteria breve.
• Bifidobacteria longum.
• Lactobacillus acidophilus.
• Lactobacillus reuteri.
• Lactobacillus rhamnosus.
• Lactobacillus fermentum.
• Saccharomyces boulardii.

Quanto maior a diversidade de probióticos dentro de cada comprimido, melhor será o suplemento, pois facilitará o desenvolvimento mais rápido de uma flora intestinal saudável.
Cabe ressaltar que o consumo de probióticos na forma de suplementos ou de alimentos ricos nessas bactérias, também se faz importante manter uma alimentação saudável e ricas em fibras, pois as fibras são os principais alimentos para os probióticos, favorecendo sua sobrevivência no intestino. (X)

Data da última revisão: 19 de Agosto de 2020
Fontes consultadas:

Website oficial da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN)
https://abran.org.br
https://www.biocodexmicrobiotainstitute.com/pt-pt

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here