PM Jorge Bom Jesus diz-se “bastante regozijado” com vitória do judoca luso-santomense Jorge Fonseca

0
148

O primeiro-ministro são-tomense disse estar “bastante regozijado” com a vitória do judoca luso-santomense Jorge Fonseca, que conquistou ouro no campeonato mundial de Tóquio, no Japão, país onde Jorge Bom Jesus participou até sábado numa conferência sobre África antes de escalar Lisboa.

“É algo que nos regozija bastante” disse o chefe de Governo de são-tomense, sobre a vitória de Jorge Fonseca, judoca de 26 anos nascido em São Tomé e Príncipe, que chegou a Portugal com apenas 11 anos de idade.

Jorge Bom Jesus frisou que a notícia do resultado alcançado pelo judoca lhe foi dada a conhecer “inclusivamente em primeira mão” por “um japonês”, o cônsul de São Tomé e Príncipe no Japão, durante uma conversa que tiveram quando o governante são-tomense participava na VII Conferência Internacional de Tóquio para o Desenvolvimento de África (TICAD), que decorreu na cidade japonesa de Yokohama, entre os dias 28 e 30 de agosto.

“A diáspora representa um grande potencial” de São Tomé e Príncipe, considerou o chefe de governo são-tomense, lembrando o papel das “várias gerações” de cidadãos que decidiram sair daquele Arquipélago e fixar-se no estrangeiro onde através do desporto, da cultura, ou outros ramos de atividade continuaram a promover a imagem do país que tem 200 mil habitantes, segundo estimativas de 2018.

De resto, “o desporto tem nos dado algum alento esses dias”, aliás, “durante a minha ausência tive informação do desempenho da nossa delegação em Marrocos”, que conquistou ouro em Canoagem e já está apurado para os Jogos Olímpicos de Japão, afirmou Jorge Bom Jesus, durante a sua intervenção num encontro com líderes associativos e a importante comunidade residente em Portugal.

“Estive até em conversa com representante de uma das províncias japonesas com muitas afinidades com São Tomé e Príncipe – que inclusivamente têm a pesca e cultivam cacau -, e que se disponibilizaram para receber os nossos atletas. Certamente esses nossos heróis da Canoagem estarão no próximo ano no Japão”, referiu o primeiro-ministro são-tomense. (MM)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here