Portugal e as rotas da imigração ilegal

0
154

Oliver Quinto

Era a partir dos aeroportos espanhóis e também portugueses que uma rede internacional de imigração ilegal conduzia cidadãos da Albânia com documentação francesa falsa para o Reino Unido e os Estados Unidos da América, segundo um comunicado emitido pela Europol, que deteve 18 suspeitos em Espanha. Estima-se que a organização criminosa já tenha conseguido facilitar a entrada ilegal de mais de 400 albaneses, sendo que até ao momento foram efetivadas 46 detenções e confiscados mais de mil documentos falsos.

A Polícia Nacional de Espanha liderou a operação e contou com a coordenação da Europol, além do auxílio de diversas forças policiais, incluindo a lusa, e culminou com uma ação em Terragona, Espanha, no dia 29 de junho passado. Foi em 2019 que iniciou a investigação dado o crescente uso de documentação falsa por parte de migrantes dos Balcãs. Na primeira etapa dos esforços foi possível desarmar uma célula criminosa situada na ilha de Saint Maarten, nas Caraíbas, que incorporava imigrantes albaneses ilegais nos EUA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here