Portugal suspende a autorização de vistos a cidadãos do Irão “por razões de segurança”

0
482
A relação entre Portugal e Irão data de há 500 anos

O ministro português dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, disse que o governo suspendeu a autorização de vistos a cidadãos do Irão, país cuja relação com Portugal data de há 500 anos.

De acordo com o Relatório de Imigração, Fronteiras e Asilo de 2018, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) estima que atualmente existam 838 cidadãos iranianos legalizados no território português.

“Sim, suspendemos [os vistos a cidadãos do Irão] por razões de segurança”, admitiu o governante em resposta a uma questão colocada pelo deputado do CDS/PP Gonçalves Pereira durante a audição numa comissão regimental dos Negócios Estrangeiros da Assembleia da República.

Segundo a Lusa, o chefe da diplomacia pediu para não entrar em pormenores em relação à decisão enquanto a comissão parlamentar estivesse a decorrer na presença da comunicação social, mas garantiu dar “todas as explicações” no final da sessão, à porta fechada.

“Darei explicações, mas não em público por questões de segurança”, disse, acrescentando apenas que Portugal “não brinca com as entradas em território nacional”.

A relação entre Portugal e Irão data de há 500 anos, altura em que Afonso de Albuquerque conquistou a pequena ilha de Ormuz, então um reino independente, onde ainda existe uma fortaleza edificada pelos portugueses. (Redação com Lusa)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here