PR Marcelo defende inclusão de imigrantes nas Forças Armadas

0
578
FOTO: LUSA

Manuel Matola

O Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, defende que os imigrantes sejam incluídos no recrutamento para as Forças Armadas em Portugal.

Segundo o chefe de Estado de Portugal, a inclusão de imigrantes “numa fonte de recrutamento para as Forças Armadas” é algo que já acontece “a título excecional” mas tem que ser “natural”, disse no I Fórum Recrutamento organizado terça-feira pela Força Aérea, no Teatro Thalia, em Lisboa, sob o tema dos desafios do recrutamento militar.

A defesa de Marcelo Rebelo de Sousa para a convocar os imigrantes na vida militar acontece numa altura em que a NATO está reunida na cimeira Madrid para discutir o reforço militar na Europa face à invasão russa na Ucrânia.

No final da primeira sessão de trabalho, os líderes da NATO declararam, hoje, oficialmente a Rússia como a “maior e mais direta ameaça” à paz e segurança dos países da Aliança Atlântica de que Portugal é membro fundador.

Recentemente, os países membros da Aliança comprometeram a reforçar os seus orçamentos para garantir a defesa de uma eventual escalada no conflito que há quatro meses tem assolado o território ucraniano, mas com impacto sobre a
segurança e à economia globais.

Segundo dados oficiais, Portugal tem mais de 700 mil imigrantes de 170 nacionalidades. (MM)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here