Preço das Rendas Aumentou em Outubro*

0
138

O panorama atual do mercado imobiliário nacional tende a excluir uma larga parcela da população de adquirir de casa própria.

Uma realidade mais sentida nos grandes centros urbanos, onde os valores médios de venda atingem recordes, e os quais obrigam a um olhar mais atento para o mercado de arrendamento.

Assim sendo, quais as diferenças que observamos em Portugal neste segmento? Será que ainda é possível encontrar uma casa condigna para arrendar a valores económicos?

O Segmento Elevado

Sem margem para surpresas, o distrito de Lisboa destaca-se no que se refere ao preço médio de venda, cujos valores impactam fortemente o arrendamento. Os dados são do portal de referência Imovirtual, publicados no mais recente barómetro do mercado imobiliário.

Os atuais 1.276€ praticados na capital representam o único distrito onde as rendas médias atingem quatro dígitos, apesar de se manterem relativamente inalteradas há um ano.

O Porto ocupa o segundo lugar em outubro deste ano com 990€, resultantes de um aumento de 6,1% em relação ao período homólogo.

O distrito do Norte é seguido de perto pela Região Autónoma da Madeira, destino turístico de eleição que viu aumentar os preços do arrendamento em 17,2% para se fixarem atualmente nos 929€. Já Faro aproxima-se da fasquia fixada pela Madeira, com 842€ resultantes de um aumento de 7,5% no último ano.

Estes quatro distritos são, simultaneamente, aqueles onde o preço de venda médio é mais elevado.

Aumentos Surpreendentes
Ainda que os valores anteriormente mencionados possam impressionar, ao observarmos atentamente o período homólogo, constatamos que se registam percentagens de crescimento notáveis.

Portalegre regista um aumento de 26,1% neste período, seguido por Bragança com 23,8%.

Em ambos os casos observamos valores médios de arrendamento na ordem dos 420€ e 453€, respetivamente. Estes números indicam uma tendência crescente da procura, nestes distritos do interior, penalizados ao longo de meses com uma quebra acentuada no preço de venda.

Opções Económicas Ainda Existem

O mercado de arrendamento a nível nacional apresenta atualmente um valor médio de 1020€, porém resultante de realidades distintas entre distritos.

Castelo Branco destaca-se com os valores mais económicos em outubro de 2021, fixando-se nos 397€, seguido da Guarda, onde é possível arrendar uma casa com um valor médio de 413€.

Inclui-se ainda nesta lista o distrito de Viseu, que figura com uma renda média de 477€. Por fim, não podemos deixar de considerar os campeões de desempenho anual, Portalegre e Bragança.

Num país que começa a adotar o teletrabalho em inúmeras áreas de atividade, a vida em grandes e dispendiosos centros urbanos pode não ser do agrado de todos. Assim sendo, a opção por viver a um ritmo mais aprazível pode ser um fator de atração e fixação de inúmeras famílias no interior do país.

O mercado de venda não aparenta abrandar. Em plena pandemia, conseguiu demonstrar resiliência e apresentar um desempenho verdadeiramente notável. O resultado é o constante aumento de preços que, inegavelmente, acaba por pressionar em alta os valores do arrendamento.

Se o melhor momento para comprar casa é hoje mesmo, consideração idêntica pode ser tomada no que toca ao arrendamento. Num mercado que encontra suporte para continuar a registar aumentos exponenciais, o dia de amanhã ou o próximo mês podem ser sinónimo de novos recordes. (X)

Artigo Patrocinado pela INK

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here