Prosperidade e abundância sob a perspectiva do rebirthing

0
165

Marinélia Leal
(Mentora de Alta Performance)

Rebirthing é um método de respiração seguro e natural que nos conecta com a nossa mente subconsciente — a casa dos nossos pensamentos mais profundos, crenças e desejos. Além de ser uma forma de terapia que pode ajudar com qualquer problema, desde depressão até dificuldades de relacionamento, também é uma ferramenta simples para se conhecer melhor.

O nosso nascimento é a marca indelével da nossa separação da abundância. Primeiro percebemos que já não estamos tão unidos com a nossa mãe. O cordão que fazia esta ligação não existe mais. Retomar a ligação física é impossível, basta-nos a emocional e a energética. Passamos então a buscar essa religação incessantemente. É a vivência, pela primeira vez, do sentimento de escassez.

A abundância se manifesta na nossa vida logo depois de um sentimento de merecimento. Este merecimento acontece só pelo fato de eu existir. Porque eu estou vivo, mereço tudo o que o Universo tem para me dar. Pensando assim, todos deveríamos ser abundantes. Então, por que não é isso que vemos no nosso dia a dia? O que acontece é que inconscientemente muitas pessoas acreditam que não merecem. Que não são dignas.

Este sentimento te afasta da abundância e te aproxima da escassez. Negamos a nossa natureza vivendo na escassez, seja de amor, saúde, amigos, dinheiro, etc. Somos abundantes, precisamos é investigar por que negamos isto. Porque nos recusamos a receber.

Precisamos perceber que se fazemos parte do mesmo Universo, a abundância do outro aumenta a nossa abundância. E vice-versa. Se o Universo do qual eu faço parte é próspero eu também me torno próspero e abundante. O contrário também acontece, quanto mais pobre o Universo ficar, mais eu fico pobre também.
É preciso perceber a razão pela qual você está vibrando na escassez.

Por isso, é bom investigar suas crenças.

• Qual o pensamento mais negativo que você tem sobre a respiração?
• O que seu pai pensava sobre o dinheiro?
• O que sua mãe pensava sobre o dinheiro?
• Quais são seus 10 pensamentos negativos e/ou limitativos sobre o dinheiro?
• Qual o medo que você tem em viver o sucesso?
• A atitude que meu pai tem/tinha em relação ao trabalho?
• A atitude que minha mãe tem/tinha em relação ao trabalho?
• A minha atitude em relação ao trabalho é…

É preciso perceber a razão pela qual você está vibrando na escassez.
Por isso, é bom investigar suas crenças.
Assim que descobrir as suas crenças, transforme-as em afirmações positivas para mudar a vibração. E principalmente, respire profundamente para deixar o ar entrar e te reconectar com a abundância.

Pratique as quatro leis da riqueza:

1. Lei do Ganhar: Em primeiro lugar perceba que você jamais vai “fazer” dinheiro só por dinheiro. O dinheiro é consequência de um bom serviço que você presta à Humanidade. Aquilo que você faz muito bem, os outros até pagam para você. Por isso, descubra rapidamente aquilo que você faz bem, que você gosta de fazer e que até poderia ganhar dinheiro com isso. As pessoas têm prazer em pagar quando você gosta do serviço que presta.

2. Lei do Gastar: o dinheiro nada mais é do que energia materializada em papel ou em moedas. E como energia que é, precisa se movimentar, escoar. Esse escoamento é o que fazemos quando damos dinheiro para alguém. Quando compramos um produto ou um serviço, estamos dando dinheiro para alguém, que automaticamente vai para a mão de outro alguém, que enviará para outro. Este movimento de doação da energia do dinheiro deve ser feito de forma prazerosa e consciente. Lembre-se que o Universo é abundante e te nutre todas as vezes que você precisa. O ato de pagar um serviço é um sinal para o Universo de que você precisa ser nutrido. O seu dinheiro escoou. Abriu um espaço. Isto faz com que imediatamente o Universo te retribua. Analisando a “ciranda financeira” percebemos que se o dinheiro passar por várias mãos, quando ele voltar para nós volta multiplicado. Poderá voltar duplicado, triplicado ou até quadruplicado. Isto dependerá de por quantas mãos ele tiver passado. Este é o pensamento da consciência de prosperidade.

3. Lei do Poupar: Poupar significa aumentar minha abundância hoje para utilizá-la no futuro. O ideal seria que você tivesse a exata noção dos seus rendimentos e dos seus gastos, para analisar onde poderia retirar para a sua poupança. Lembrando que o dinheiro é uma energia, não devemos guardá-lo sem fim definido.

4. Lei de Investir: Esta lei, diferentemente da anterior, mostra que o praticante já tem um certo grau de consciência de prosperidade. Pois só alguém que acredita muito em si, ousa fazer investimentos. Os investimentos podem ser na sua vida financeira, por exemplo, ações de empresas ou mesmo ampliando ou iniciando seu próprio negócio. Ter um negócio próprio é a manifestação de muita cura do seu trauma de nascimento.

Julgamos, criticamos e culpamos aqueles que chamamos de ricos. O pobre culpa o rico pelo seu infortúnio. E o rico culpa o pobre pela sua prisão nas mansões, nos seus muros altos, nos seus carros blindados. É um culpando o outro e ficando cada vez mais separado no seu mundo de escassez. Cada um com sua escassez. O pobre com escassez de dinheiro e o rico com escassez de paz.

Impossível uma sociedade prosperar a partir da culpa. Livre-se da culpa pela sua riqueza material. Você pertence a um Universo abundante. Por isso, é natural ser próspero se você quiser.
Inspire profundamente a abundância e expire suavemente a escassez, pois você merece. (X)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here