Ressignificação – Deixar o Passado no Passado

0
327

Adelaide Miranda
(Life Coach de Alta Performance)
De repente, lembras-te daquilo que viveste. Daquela situação que até hoje te incomoda. Sentes uma dor no estômago, uma angústia, um aperto na garganta, e uma raiva que te consome. Se, ao menos tivesses dito aquilo que tinhas para dizer… Imaginas, dentro da tua cabeça, o que terias dito se fosse hoje. Gesticulas, e vociferas em voz alta aquelas palavras que tens a certeza de que iriam marcar o momento, quem sabe até magoar, e fazer a diferença. Não teria sido igual. Nada disso. Nem pensar. Nunca na vida que as coisas teriam sido iguais. Nunca na vida. A tua vida seria muito diferente hoje do que é hoje. “Aquela pessoa” teria aprendido a lição. Só que não. Não disseste. Fraquejaste. Foste incapaz. Não prestas para nada. Nem sequer és capaz de te defender. Dói-te tudo. Começas a suar fundo… Sentes-te mal… Comes qualquer coisa para esquecer. Ou pegas num cigarro… Ou bebes um copinho de vinho… Ou uma cerveja… Sabe tão bem… Já passou…

Só que não. Não passou. Daqui há uns tempos voltas a lembrar daquilo que viveste com a mesma intensidade no presente. Estamos a falar de algo que até pode ter acontecido há 20 anos, ainda em “1900 e uaué”, mas poderia ter sido diferente. Poderias ter outra vida. Teres-te tornado uma pessoa diferente se não tivesse acontecido. Se tu… Apenas se tu tivesses conseguido… Só que não.

Vives com esta história dentro de ti por resolver, e trazes contigo as dores do passado bem presentes e a moldarem o teu futuro. Aquilo que sentes é como se estivesse realmente a acontecer, como se estivesse a acontecer agora, a sentires na tua pele… E, sabes o que é pior? Para o teu corpo é mesmo real. As dores, as angústias, os medos e os sufocos pensados são exatamente como se tivessem sido a ser vividos no momento. A dor é real. A angústia é real. O medo é real. O sufoco é desgastante.

E o que ganhas com isso? Doenças. Úlceras. Cancros… A maioria das doenças são do foro psicossomático, ou seja, são geradas pelos nossos pensamentos e emoções. Aquelas emoções que não conseguimos gerir e não resolvemos. Aquelas emoções cuja nossa resposta é a não resposta, é não lidar com elas. E, é por isso que é importante, essencial e obrigatório deixar o passado no passado e seguir em frente.

Em coaching, a forma de deixarmos o passado no passado chama-se Ressignificação. Há que voltar a olhar para a situação simplesmente pelo que ela é: uma lição, uma aprendizagem, uma oportunidade de crescimento, e algo que tinha de acontecer para seres quem és, para estares onde estás. Estou sempre a lembrar-te que nada acontece por acaso, e não acontece mesmo. Nada acontece por acaso, e não acontece mesmo. Como dizia Napoleon Hill: em todas as situações negativas há uma semente de equivalente benefício.

Ressignificar é aprender com a situação. E como o podemos fazer? Vou dar-te a fórmula:

1.O que pensas atualmente sobre essa situação? O que te faz sentir?
2.Pensa em algo positivo que tenhas aprendido com essa situação. Há sempre algo positivo (alguma pessoa que entrou na tua vida e não estaria caso não tivesse acontecido, teres-te tornado independente, ou mais forte, devido a essa situação, aprenderes o que não deves fazer)… Esforça-te, há de haver algo positivo.
3.Pensa de que forma é que podes contribuir para o mundo com essa situação. Como podes acrescentar algo à vida das pessoas, por teres passado por isso. Como podes evitar que alguém cometa as mesmas ações, ou faça algo de diferente na sua vida devido à lição que aprendeste.
4.Revê a situação e pensa agora como te faz sentir.

A fórmula é fácil, mas com um guia é muito mais fácil de passarmos pelo processo de ressignificação. Como Life Coach de Alta Performance esse processo é muito utilizado nas minhas sessões a nível individual e, também será parte integrante do meu Programa New Life. O objetivo? Deixares o passado no passado e trazeres apenas as lições que precisas para viveres um presente sem dores e mágoas antigas e melhorares o teu futuro.

Espero que este artigo te ajude a libertares-te desses pesos pesados para que possas finalmente seguir com a tua vida de forma mais leve. Valoriza a tua vida e lembra-te sempre de viveres com mais qualidade de vida, sempre que puderes. Uma das formas é lembrares-te do nosso trio maravilha: máscaras, distâncias de segurança e lavagem frequentes das mãos. (X)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here