SEF lança campanha para potenciais vítimas de tráfico humano em STPríncipe, Guiné-Bissau e C.Verde

0
169

Manuel Matola

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) lançou hoje uma campanha para sensibilizar potenciais vítimas de tráfico humano para os perigos da imigração ilegal, com origem em três países da África lusófona: São Tomé e Príncipe, Guiné-Bissau e Cabo Verde.

Em comunicado, o SEF refere que a campanha, intitulada “Não deixes que uma ilusão te leve à exploração”, é feita em parceria com o Serviço de Migração e Fronteiras de São Tomé e Príncipe, no âmbito projeto RIMM (Reinforcement of Integrated Migration Management).

“Num apelo aos canais de migração regular, o objetivo deste projeto é alertar, nos países de origem, para os riscos associados à imigração ilegal e desprotegida, através da difusão de mensagens-chave”, assinala o SEF.

As personagens Uri, Alice, Edson, Naim, Katya e Anna dão voz à campanha e às várias formas de violência sobre as vítimas, como a exploração sexual, exploração laboral, servidão doméstica e violência física e psicológica.

O SEF refere que os materiais da campanha, audiovisuais (TV e rádio) e impressos, estão disponíveis em português e em crioulo de Cabo Verde e da Guiné-Bissau e serão difundidos nos canais internacionais e locais, para garantir maior alcance e compreensão da mensagem principal do projeto, que é financiado pelos fundos de apoio ao desenvolvimento da Comissão Europeia e pelo orçamento do Estado Português.

O projeto RIMM pretende contribuir para a regulação dos fluxos migratórios entre a União Europeia e países parceiros e beneficiários (São Tomé e Príncipe como parceiro e Cabo Vede e Guiné-Bissau como beneficiários) e para a prevenção do tráfico de seres humanos para efeitos de exploração laboral, sexual, especialmente o de menores. (MM e Lusa)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here