Sephora fecha lojas para formação anti-racismo

0
20
Cantora norte americana CZA

Depois de incidente com a cantora Sza, as mais de 400 lojas americanas da marca vão estar fechadas durante um dia para que todos os empregados recebam formação para a igualdade e a inclusão.

A cadeia de lojas de cosméticos Sephora vai fechar todas as suas lojas, armazéns e escritórios nos Estados Unidos durante um dia: na quarta-feira todos os empregados vão receber formação para evitarem incidentes relacionados com o racismo e outros tipos de discriminação. Apesar de a marca negar qualquer relação entre os dois eventos, a verdade é que esta ação acontece um mês depois de SZA, a cantora de R&B, se queixar de ter sido discriminada numa loja da marca em Calabasas, na Califórnia.

Num Tweet de 1 de maio, Sza contou que uma das empregadas da loja, Sandy, chamou o segurança para garantir que ela não roubava nada:

A marca reagiu nesse mesmo dia também através do Twitter. “Fazes parte da família da Sephora”, escreveu a empresa numa referência ao facto de, antes de ser uma cantora de sucesso, Sza ter trabalhado numa das suas lojas. E assegurou:

“Estamos empenhados em garantir que todos os membros da nossa comunidade se sentem bem vindos e integrados nas nossas lojas”:

A cantora Sza, várias vezes nomeada para os prémios Grammy, colaborou recentemente com Kendrick Lamar em All the Stars, um dos temas da banda sonora do filme Black Panther. Na sua conta de Twitter, Sza tem 2,67 milhões de seguidores.

Depois da queixa de Sza, dispararam as críticas nas redes sociais à loja da Sephora de Calabasas, com muitos clientes a afirmarem que não voltariam lá. A marca decidiu agir. “Fomos informados do incidente na nossa loja em Calabasas e para além de entrarmos diretamente em contacto com a Sza, estamos a reunir o máximo de informação sobre o que aconteceu para decidirmos quais os próximos passos a dar”, explicou na altura à Reuters Emily Shapiro, porta-voz da Sephora. “Levamos as queixas deste tipo muito a sério, discriminação com base na raça não é tolerada na Sephora.”

Com sede em Paris, França, a cadeia de lojas de cosméticos Sephora tem atualmente mais de 2300 lojas em 33 países, incluindo Portugal. Na América do Norte são 430 as lojas da marca e todas elas vão estar fechadas na próxima quarta-feira para que os mais de 16 mil empregados da empresa possam receber formação. Esta será a primeira iniciativa da mais recente campanha da marca, lançada no final de maio, com o lema “Nós acreditamos em algo belo”. Num manifesto colocado no seu site oficial, a Sephora explica que “acredita em potenciar toda a beleza”, celebrando as diferenças e “construindo uma comunidade onde existe diversidade”.

No ano passado, a cadeia de cafés Starbucks também encerrou as suas oito mil lojas nos EUA durante uma tarde para dar formação aos empregados sobre igualdade e discriminação.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here