Verão, dias quentes – Cuidado com alimentação!

0
344

Dra. Michele Miranda de Almeida
Consultora Nutricional
Com o verão, ao mesmo tempo em que as altas temperaturas requerem refeições mais leves e cuidados com a hidratação, é comum o excesso de bebidas alcoólicas, refrigerantes e petiscos. Há alimentos que não são os mais adequados quando as temperaturas aumentam e é importante conhecê-los, assim como saber quais são as melhores opções para esta estação do ano.

Estar de férias é aproveitar bons momentos em família e com amigos, relaxar, ter mais tempo livre e sair da rotina, pelo menos um pouco. Nesses momentos, uma das principais dificuldades é: “Como manter uma alimentação saudável?”

É necessário encontrar uma maneira de aproveitar com equilíbrio. Com o calor, há que ter cuidados redobrados com a conservação dos alimentos e escolher aqueles que melhor aguentam as temperaturas mais elevadas, descartando os que perecem mais facilmente. Ademais, no verão as refeições mais leves são as que mais apetecem, como as saladas, mas se for para a praia devem eleger as frutas e bolachas. Não se esqueça ainda de se manter hidratado, aumentando a ingestão de líquidos.

Tenha um “Verão Saudável” – para reduzir o risco de vir a sofrer de uma intoxicação alimentar, há vários cuidados a serem adotados:
– Lavar as mãos ainda mais regularmente;
– Lavar sempre os alimentos que irão ser consumidos crus;
– Evitar alimentos como: mariscos, fiambre e similares, patês e queijos, em especial o queijo fresco;
– Ingira ovos ou carnes que estejam bem cozinhados;
– Se viajar para um país exótico, aconselhe-se numa consulta do viajante sobre os cuidados específicos a ter com a alimentação;
– Consulte um médico se tiver sintomas de intoxicação alimentar como: vómitos, diarreia por mais de 3 dias, sangue nas fezes, cólicas, dificuldade em falar/engolir e visão dupla.

Considerando estes dias quentes, prosseguem alguns tópicos principais sobre os cuidados com a alimentação nesta época do ano:

Hidratação
Durante o verão, o suor aumenta quando as temperaturas se elevam. Em função disto, o cuidado com a hidratação deve ser ainda mais intenso. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a quantidade ideal de água irá variar conforme o peso corporal e outros fatores, como as atividades físicas realizadas.
Importante sempre estar com a garrafinha de água. Para quem tem a prática do desporto, no qual se exercita e/ou transpira bastante, hidrate-se antes, durante e no final do treino, é fundamental tomar mais água e também bebidas que ofereçam minerais ao corpo, como bebidas desportivas, água de coco, isotónicos e sucos naturais.
As águas saborizadas – preparadas com água natural ou com gás, pedaços de frutas, folhas de hortelã ou manjericão, além de outros ingredientes, podem ser uma boa alternativa para quem sente vontade de beber algo com sabor e refrescante.

Bebida Alcoólica
Não somente no verão é preciso moderação no consumo de bebidas alcoólicas, mas durante o ano inteiro. As bebidas alcoólicas são muito calóricas, comprometem a hidratação, pois possuem efeito diurético. Desta forma, a melhor maneira de consumi-las é em alternância com água (para cada copo de bebida alcoólica, tome um de água).

As Frutas estão permitidas?
As frutas são boas escolhas durante o ano inteiro, entretanto, no verão se tornam importantes aliadas, auxiliam na hidratação, são refrescantes e leves.
“Dê preferência às frutas da época, são mais nutritivas, possuem menor contaminação por agrotóxicos e com preços mais reduzidos. A recomendação de consumo – entre 3 a 5 porções diariamente”.
Dica: Prepare sorvetes caseiros com as frutas congeladas, tendo a banana como base para dar a consistência cremosa.

Na estação mais quente do ano, é natural ter uma diminuição da fome e consequentemente comer menos, já que o corpo gasta menos energia. Por este motivo, escolha refeições leves, priorizando as frutas, verduras, carnes magras, cereais integrais, castanhas, nozes, sucos, smothies, açaí e picolés de frutas.

É possível aproveitar a estação, não é preciso abrir mão da cerveja ou do sorvete na beira da praia. A melhor dica é sempre o “equilíbrio”. O verão exige cuidados especiais com a alimentação, já que a perda de líquidos e sais minerais é maior. Mantenha cautela com a sua hidratação mesmo se estiver bebendo, cuide da qualidade das suas refeições, não transforme uma refeição que exagerou em um dia inteiro de excessos. Além disso, aproveitar o clima para ter uma rotina ativa e exercitar-se também é de suma importância, assim como cuidar do sono. Deste modo, se faz essencial conseguir “perceber’ o próprio corpo, e, se possível, ter o acompanhamento de um profissional da saúde, como o nutricionista.
“Faça da comida uma aliada e nunca uma inimiga”.

Data da última revisão: 29 de Julho de 2020
Fontes consultadas:

Website oficial da Direção Geral da Saúde (DGS) https://www.dgs.pt/
Website oficial da Organização Mundial da Saúde (OMS) https://www.who.int/
Website oficial do Hospital CUF https://www.cuf.pt/

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here